Ana y Bruno: animação mexicana fala de saúde mental para crianças

Carlos Carrera levou cerca de uma década para realizar a animação Ana y Bruno, considerada a produção mais cara do cinema mexicano. Muitos foram os desafios de financiamento ao longo dos anos, mas em 2017 o filme finalmente chegou aos cinemas de seu país de origem. No geral, a recepção foi positiva: além de receber boas críticas da imprensa,  grandes diretores mexicanos com projeção internacional, como Guillermo del Toro, teceram elogios à obra.

O sucesso, porém, não veio sem algumas reações negativas: apesar de ter sido classificado como recomendado para todo público maior de 7 anos, muitos pais acharam que o filme não deveria ser visto por crianças. A resistência se deve principalmente à temática central da narrativa: saúde mental.

Imagem: divulgação

Na trama, baseada em uma história de Daniel Emil, acompanhamos as aventuras da pequena Ana (Galia Mayer). Ela e a mãe, Carmen (Marina de Tavira), são deixadas pelo pai numa casa à beira mar;  lugar que, logo em seguida, descobrimos ser um manicômio. Ali internada, Ana faz amizade com Bruno (Silverio Palacios), um monstrengo verde e orelhudo, e outros seres “esquisitos”, projeções simbólicas dos transtornos mentais dos demais pacientes da clínica.

Para livrar a mãe de um monstro horrível que as persegue, a garotinha recebe ajuda de seus novos amigos imaginários e tenta buscar auxílio do pai.

Sem ter passado pelos cinemas brasileiros, Ana y Bruno está disponível na plataforma de streaming da Amazon Prime.

SAÚDE MENTAL

Não se pode negar que talvez parte dos temas abordados pelo filme de Carrera seja de difícil entendimento para crianças muito pequenas. Isso, no entanto, não merece ser considerado como um problema. Ana y Bruno conta com camadas de entendimento suficientemente bem elaboradas para dialogar com todas as idades permitidas pela classificação etária que recebeu. Cabe a cada família, então, decidir se suas crianças devem ou não assistir ao longa.

‘Ana y Bruno’/ Divulgação

É possível que para os pequenos prevaleça a impressão de um filme de aventura, divertido e original, cuja história diz respeito a uma menina que precisa salvar a mãe com seus amigos inusitados; um filme que encontra leveza para transmitir mensagens de tolerância, cooperação e afeto.

Já para os adultos, a animação alcança estabelecer breves momentos de humor mordaz e propor reflexões sobre a desumanização dos sistemas de saúde e a importância dos cuidados psicossociais e da superação de preconceitos contra pessoas diagnosticadas com transtornos mentais.

A ANIMAÇÃO

Para além da relevância temática, Ana y Bruno conta com um visual deslumbrante e um ritmo bastante equilibrado. A atmosfera do longa é muito única e percorre caminhos que dificilmente seriam explorados pelos grandes estúdios norte-americanos de animação infantil.

Imagem: divulgação

A obra transita com fluidez entre o macabro e o vibrante. Por um lado, há as dinâmicas do manicômio e o significado dos “demônios pessoais” dos internos. Por outro, há as relações de afeto de Ana com seus pais e as de solidariedade entre amigos. E tudo isso expresso visualmente de forma impressionante, graças a qualidade das texturas e acabamentos da animação.

O filme desliza ao representar uma maioria de personagens brancos, mas coloca alguns elementos populares da cultura mexicana em tela para  homenagear a própria origem – como o cachorrinho de raça Xoloitzcuintle, grande companheiro de Ana, e os coloridos altares dedicados aos mortos. 

Como resultado do todo, pode-se dizer que Ana y Bruno cria com consistência e criatividade um universo particular, capaz de tratar de assuntos bastante complexos com graciosidade, tocando as mais diversas subjetividades, de pessoas das mais diversas idades. 

Leia também: Gustavo Steinberg fala sobre Tito e os Pássaros, animação brasileira pré-selecionada ao Oscar 2019

Ficha Técnica: 

Direção: Carlos Carrera

Duração: 1h36

País: México

Ano: 2018

Elenco: Marina de Tavira, Damián Alcázar, Héctor Bonilla, Silverio Palacios, Galia Mayer

Gênero: Animação

Distribuição: Amazon Prime Video

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta