Ameaçados, de Julia Mariano, aborda violações dos direitos humanos no Pará

Em 2014, a diretora Julia Mariano estreou Ameaçados, curta-metragem documental que aborda violações de direitos humanos no campo e trata da questão da terra como espaço de disputa entre camponeses menos favorecidos socialmente e abandonados pelo Estado e o poder de pecuaristas, mineradoras e madeireiras.

Ambientado no sul do Pará, o curta traz dados alarmantes sobre o estado que possui o maior número de assassinatos no campo e abriga 70% dos casos de trabalho escravo do país.

Imagem: divulgação

No lugar onde polícia, política e justiça institucionalizam o poder do agronegócio, pecuária, grandes latifúndios e fomentam desigualdade social, surgem os ameaçados de morte. São homens e mulheres que, por lutarem por um pedaço de terra e pelo mínimo para uma vida digna, entram na mira de pistoleiros e acabam em meio à uma batalha desigual, sanguinária e vergonhosa para o Brasil.

Ameaçados não é um curta que se destaca por inovações técnicas, mas é potente em seu discurso. A diretora buscou entrevistar diversas pessoas que vivem sob ameaças de morte. Em suas falas, elas denunciam a violência que sofrem, a completa ausência de direitos humanos a que são submetidas e o desamparo de comunidades camponesas e indígenas. Para completar a narrativa, especialistas explicam as dinâmicas do trabalho escravo e o surgimento dos pistoleiros.

Imagem: divullgação

Quatro anos depois do lançamento, a temática do filme de Mariano ainda é, infelizmente, atual. Em pleno ano de eleições presidenciais, fica claro – pelo discurso dos candidatos – que o conservadorismo e as famosas bancadas do boi (ruralista), da bala (armamentista) e da bíblia (evangélica) seguem com poderes inabaláveis diante do contexto sócio-político e econômico do Brasil e dispostas a todo tipo de atrocidade contra quem resiste.

Nesse sentido, um filme como Ameaçados, dirigido por uma mulher, é bem-vindo como ato político de extrema relevância e merece ser assistido e lembrado na hora do voto. Afinal, queremos ser representados por pessoas que mantenham privilégios de coronéis autoritários e escravagistas ou queremos um governo para todos?

 

Leia também: O Nome da Morte e a banalidade do mal brasileira

 

Veja a promo de Ameaçados:

(Fonte: Canal Curta! / YouTube)

 

Ficha técnica

Direção: Julia Mariano

Duração: 23 min

País: Brasil  (PA/RJ)

Ano: 2014

Gênero: Documentário

Disponível em: Canal Hysteria / YouTube

 

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta