Aterrorizados: filme de terror argentino que chamou atenção de Guillermo Del Toro está disponível na Netflix

Aterrorizados, filme dirigido pelo argentino Demián Rugna e recém adicionado ao catálogo da Netflix,  reproduz elementos já bastante conhecidos do terror, mas os executa com originalidade convincente e fascinante.

Na trama, fenômenos sobrenaturais atormentam um bairro residencial de Buenos Aires e cruzam os destinos dos moradores de três casas: na primeira, uma mulher morre no banheiro, na frente do marido, de tanto se jogar contra as paredes; na segunda, um homem desaparece depois de ficar paranoico por acreditar que algo o persegue à noite; e na última, um garotinho morre atropelado, mas mesmo depois de enterrado retorna para casa.

‘Aterrorizados’ / Divulgação

O policial Funes (Maximiliano Ghione) é o responsável por investigar como o garoto morto e enterrado acaba na sala de jantar da mãe. Percebendo que o caso não parece envolver alguma possível violação de caixão ou qualquer outra explicação racional, ele convoca o ex-parceiro Jano (Norberto Amadeo Gonzalo), homem experiente em “casos extraordinários”, para ajudá-lo. Jano, por sua vez, recruta a especialista Mora Albreck (Elvira Onetto) para fazer parte do grupo que tentará descobrir que tipo de forças desconhecidas conectam e circulam pelas casas da região.

Aterrorizados é um filme, no mínimo, perturbador. Rugna trabalha com precisão o desenvolvimento da atmosfera de suspense, criando um ambiente claustrofóbico  de encarceramento, incertezas e loucura, sem apelar para excessos de sustos ou de representações gráficas de sangue e violência. A tensão é criada com cautela e solidificada à medida em que a narrativa avança.

Imagem: divulgação

As criaturas podem ser vistas, mas nunca há compreensão exata do que são ou de como surgiram – aqui, o desconhecido é essencial para a construção do horror. De certa maneira, elas operam como uma representação das dimensões mais tenebrosas do cotidiano, aquelas que não são alcançadas por nossa compreensão racional de mundo. Os monstros simbolizam, portanto, a materialização da escalada do delírio em meio ao que aparenta ser ordinário.

Aos olhares desatentos, o longa pode parecer básico demais, mas seria mais justo dizer que ele se assemelha a uma boa e velha combinação de arroz e feijão bem feitos. Apesar de não criar malabarismos no gênero terror, tudo é muito bem executado: desde o roteiro que não oferece saídas e desfechos fáceis ao espectador até o uso de elementos fantásticos e os trabalhos de som e maquiagem.

Imagem: divulgação

Além de ser considerado por muitos críticos argentinos como um dos melhores expoentes do cinema de horror do país dos últimos anos, Aterrorizados chamou a atenção do diretor Guillermo Del Toro (vencedor do Oscar 2018 de Melhor Filme por A Forma da Água) e em breve deve ganhar um remake hollywoodiano produzido por ele.

Assista ao trailer:

(Fonte: Filmmelier – Trailers/ YouTube)

Ficha técnica

Direção: Demián Rugna

Duração: 1h27

País: Argentina

Ano: 2018

Elenco: Maximiliano Ghione, Elvira Onetto, Norberto Amadeo Gonzalo

Gênero: Terror, Suspense

Distribuição: Netflix

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta