[Crítica] City of Joy – Onde vive a esperança

XXY: intersexualidade no cinema argentino

[Crítica] O Vazio, série de animação canadense, está disponível na Netflix

Crítica: Layla M.

O Ministério do Tempo: série ganhadora do Prêmio Platino 2018 revisita a história da Espanha

Crítica: One Day At a Time

Trapped: a série de TV mais cara da Islândia